Chuvas em Lorena ultrapassam a média prevista para todo o mês de Janeiro

0

No final da tarde de ontem (22), Lorena foi atingida por fortes chuvas com registro de granizo em diversos pontos da cidade.

Satélite 2

                                              (Momento em que ás chuvas iniciaram na cidade 17h)

De acordo com relatório da Defesa Civil, no bairro Novo Horizonte os pluviômetros automáticos registraram um volume de chuva de  60,2 mm em menos de uma hora. Foram feitos outros registros como no Bairro do Campinho (USP), de 49,6 mm, e 39,8 mm na Av. Marechal Argolo, no Bairro da Cruz. A média climatológica esperada para janeiro era de 206,7 mm e apenas nos últimos dois dias de chuva, (21 e 22) Lorena teve um acumulado de 90,4 mm, o que corresponde a mais de 40% do previsto para todo o mês de janeiro. Ainda segundo a Defesa Civil, ontem, em 40 minutos choveu equivalente a 29,1% deste volume.


Satélite 1

                                                 (registro do acumulado de chuva dos dias 21-22)

Se somada a chuva da última segunda-feira, de 01 de janeiro até o momento, a cidade teve um acumulado de 221,4 mm no bairro do Novo Horizonte e 231,2 no pluviômetro da Av. Marechal Argolo, ultrapassando a média para o mês, que era de 206,7 mm.

Ontem, às 17h14, foi deflagrado Estado de Atenção para a cidade, com isso, foi ativado o PPCE (Plano Preventivo de Combate às Enchentes), que engolba ações criadas para o período chuvoso, visando minimizar os efeitos das chuvas e atender a população em casos de emergência. Equipes da administração como Defesa Civil, Guarda Civil Municipal e Agentes de Trânsito, percorreram ruas da cidade, para auxiliar e detectar situações causadas pelo temporal. De acordo com o PPCE, são definidas atividades de diversos órgãos da administração, divididos em grupos de trabalho, com suas ações pré-definidas e acionadas nas situações de crise.

Foram constatados alagamentos de vias em vários pontos da cidade, sendo os de maior destaque: bairro de Santa Edwiges, onde houve o transbordamento do Rio Mandi, na Av. Carlindo Luis dos Santos; na Vila Geny, foram atingidas algumas casas entre as ruas Adelina Alves, Ivan de Souza, Praça Sebastião Rodrigues e final da Av. Joaquim C. Machado; No Bairro da Cruz na Rua Pastor Cícero de Lima (rua do pesqueiro),  porém em nenhum dos casos foi necessário a remoção de moradores.

Hoje, 23, logo pela manhã, equipes da Vigilância Sanitária e Agentes de Vetores da Secretaria da Saúde, percorreram as regiões afetadas para auxiliar os moradores. A Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social também foi mobilizada para atender a população.

As previsões meteorológicas ainda registram condições de mais chuva na região para o dia de hoje.

Registro das chuvas na cidade no mês de janeiro de 2018

DIA Novo Horizonte Av. Marechal Argolo USP
 .1 8,7 4,6 0,6
 .2 0,0 0,0 0,4
 .3 8,7 32,2 36,2
 .4 30,6 21,2 1,8
 .5 0,0 0,0 1,6
 .6 5,3 8,2 1,6
 .7 21,6 23,8 11,2
 .8 17,3 19,8 12,0
 .9 1,2 1,2 0,0
 .10 0,0 0,0 0,0
 .11 0,0 0,0 15,4
 .12 11,8 19,0 3,0
 .13 6,7 8,0 8,8
 .14 4,9 3,6 7,0
 .15 7,0 9,4 2,4
 .16 2,0 2,2 0,8
 .17 0,0 0,0 0,0
 .18 0,0 0,0 0,0
 .19 0,0 0,4 1,8
 .20 5,1 5,0 5,6
 .21 30,4 32,8 27,2
 .22 60,2 39,8 49,6
T 221,4 231,2 187,0

 

 

 

Share.

Leave A Reply

...